quarta-feira, novembro 30, 2016

lavoura arcaica

Tomar café com leite enquanto seco o cabelo,
dividir a rodovia com a angústia de desconhecidos,
reduzir a velocidade sistematicamente: subida, pedágio, 24 lombadas.
Chegar em um horário aceitável, com uma roupa aceitável. 
30 não lidos. Não deixar nenhum sem resposta
Ter sempre a resposta.
Tomar café, expresso?, conversando baixinho
Abaixar a tela quando ausento da mesa.
Respirar fundo
Não respirar tão fundo.
Almoçar.
Almoçar sozinha. Levar o celular.
Começar um raciocínio, parar,
começar outro raciocínio, interromper,
começar o próximo, esquecer
e o próximo, chegou alguém, 
e o próximo, outro e-mail,
Ter resposta.
Ter certeza
Não ignorar
Sair por último, no escuro.
17 raciocínios não finalizados aguardando a próxima manhã.
Dirigir
Não checar o celular. Checar o celular. 
Relaxar. Não relaxar.
Dividir a sua angústia com desconhecidos na rodovia.





sábado, agosto 09, 2014

Rendição

Tia Dirce, senhora prendada, não chega nunca de mãos vazias. Nas mãos ao menos uma panela e um tapaware. Faz pamonha com o milho do próprio quintal, assa pão no forno de barro, faz e abre a massa dos delicados pasteizinhos. Tudo parece fácil e simples para os seus setenta é poucos anos de fogão.
Era dia de jogo da copa quando chegou com uma panela (feijão), dois tapawares (kibinho frito e pastelzinho assado) e uma assadeira (bolo de saquinho sabor baunilha).
Já faz mais de mês e eu ainda me pego pensando nesse bolo, desacreditada.


 Até tu?


sexta-feira, junho 27, 2014

Estrada

1994 Lanche de pão Pullman com presunto e queijo sem a casca. Bolsa antiga de couro com remédios. Jogo de dama com ímã embaixo. Uma toalha caso a Bia passasse mal. Minigame da turma da Monica. Cantil de água vermelho. Irmão. Toalha pra prender na borrachinha do  vidro do carro e tampar o sol. Almanacão de férias, caneta e lápis de cor.

2000 walkman, pilha , pilha extra e umas três fitas. Um livro eternamente inacabado. Tic tac. A agenda diário pra dar aquela atualizada. Uma amiga. Filme 24 poses. Bolacha wafer de chocolate da Bauducco. Capricho. Garrafinha de coca de 600ml.

2004 livro que cai no vestibular. Resumo das obras que caem no vestibular. Mp3 player e uma pilha AAA. Trident. Máquina digital e umas 4 pilhas recarregáveis.  Namorado.

2006 livro de cálculo do Stewart que pesa 3kg. Ressaca. Tapaware vazio. Roupa suja. Pacote de goiabinha da Piraquê. H2O limão.

2012 tapa olho. Blusa de frio. Revista época negócios. Água. Zzzzz

2014 blusa. smatphone.



sexta-feira, junho 13, 2014

Paternidade

A princípio achei o cara meio ogro.
Piadas grosseiras, falta de paciência com a simpática funcionária...
Mas falando alto nas conversas pelo telefone algo me chamou a atenção: "olá filho, como está?" "não filha, melhor não" , "ahh filho não vou poder ir".

Mas não é q esse grosseirão se dedica mesmo à familia? 
4, 5, 6 vezes ao dia dando concelhos e contando piadas...

Não. O mundo não está perdido.

Mas em um dia mais silencioso logo se  perceberia que toda essa dedicação de duas uma: ou escondia um homem com vinte filhos espalhados pelo Brasil ou um cara sem noção que banaliza esse que é um dos mais bonitos tratamentos.

Filho , talvez o mundo esteja mesmo perdido...

sábado, maio 10, 2014

Leite derramado.... buáááá

Normalmente a gente não se lembra o que estava pensando ou fazendo quando acontece.
Só depois do barulho estridente do vidro quebrando, de bufar e apertar os lábios é que nos damos conta que estávamos distraídos demais com aquele copo.
Normalmente acontece lavando louça. O barulhinho da água escorrendo, o pensamento longe e CRAC!!
Ahhhh que tristeza. bem aquele que combina com os outros 5.... ou 4... 3.... 2.... Putz! bem o último!
Quando o copo não é nosso a tristeza vira vergonha, medo, indecisão: conto ou não conto? será que já não estava rachado?

Outro dia uma visita sincera me chamou de canto na cozinha. E ainda de avental me mostrou o antepenúltimo copo da coleção quebrado em dois #quemerda #qdódele #sófaltamdois

Quase no mesmo mês deixo cair a primeira das xicrinhas de café.... Putz, foram presente....#tristeza, #chateação, #vontadedejogartodasfora

E então seguiram-se muitos lábios apertados: a xícara de Praga, o copo quadrado....


E hoje tudo isso virou felicidade e não veja a hora de ter mais copos quebrados!






domingo, abril 27, 2014

Preocupações de antigamente


Antigamente as pessoas conheciam melhor seus vizinhos.
Se chamavam pela janela,
tinha um pote novo na geladeira todo fim de semana;.
trocavam quitutes e frutas da época.
pamonha, pão de mel,  bolo de banana,
cookies, brownie, doce de limão...
Na falta de tempero era só passar lá
colher alecrim e um pouco de manjericão.

Terça feira, vinha abacate,
E na quinta a noitinha
a dúvida bate:
o que será que ele gosta,
o que será que ela quer?
com que coisa gostosa retornarei esse tapaware?

coisas de antigamente.

quinta-feira, abril 10, 2014

Mensagem matinal

"Mae, preciso lavar uma paletozinho q tem forro de cetim. Como faço?"

" oi filha! Ahh vc tem q ter cuidado... Na hora de colocar na máquina vc coloca ele sozinho. E seleciona o modo "delicado" tah?"

"Tah bom mae valeu!"

" de nada filha. Qualquer duvida me ligue."

- Esse é um retrato das mensagens q irei trocar com minha filha algum dia.